Um SMA diferente: o trabalho do 4º e do 5º ano na unidade Granja

-

Por Luiza Moreira 

“As crianças mais novas podem aprender coisas comigo e eu com elas.
É uma oportunidade de eu ensinar para os colegas.
E é bom para mim também porque eu aprendo algumas coisas quando estou ajudando.”
Aluna do 5º ano 

O Sistema de Melhoria da Aprendizagem, mais bem conhecido como SMA, é um espaço em que os alunos revisitam os conteúdos de Práticas de Linguagem ou Matemática, de forma a retomarem seus percursos de aprendizagem e avançarem no que não foi possível em um momento anterior. As aulas, que compõem um processo de recuperação paralela, são voltadas para os alunos do 4º e 5º ano.

Na unidade Granja, o SMA é um pouco diferente, pois, além de ter os objetivos colocados acima, ainda conta com a iniciativa de unificar esses espaços interséries, o que tem sido potente para a aprendizagem – é quando abrimos as paredes das salas de aula, dobramos o espaço de trabalho, montamos determinados e diversificados agrupamentos com os alunos de diferentes séries para realizarem as atividades em conjunto. Posto que as situações de aprendizagem são muitas e variam entre aquelas que envolvem os conteúdos específicos das áreas de conhecimento e as relativas às aprendizagens que se dão na própria situação de convívio, a proposta de integrar alunos de séries diferentes atende a esses requisitos.

Com o objetivo de que todos os alunos avancem, tanto aqueles que apresentam alguma dificuldade na compreensão dos conteúdos trabalhados em sala quanto aqueles que desejam saber mais, cabe ao professor pensar em estratégias diversificadas que permitam ao aluno avançar na construção de seus saberes.

Há diversas trocas possíveis entre alunos de diferentes séries. Os mais novos têm a possibilidade de serem tutorados pelos mais velhos, de estarem em contato próximo com a postura de estudante de alunos de uma série posterior. A sua postura curiosa, por sua vez, diante dos saberes em questão, também impulsiona o momento da aprendizagem. Além de que o seu modo de compreender determinado conteúdo pode favorecer o entendimento de alunos mais velhos que têm dúvidas.

Já os mais velhos se beneficiam desse trabalho ao precisarem revisar seus saberes de outro lugar, dessa vez, oficialmente, como mediadores do saber – e, como consequência, acabam por estudarem e se envolverem mais com os conteúdos específicos. Tal lugar em que são colocados também favorece a consolidação da responsabilidade e do compromisso como alunos de 5º ano. Com essa proposta, são beneficiados, por outro lado, os alunos que estão mais inseguros sobre determinados saberes, uma vez que podem revisitar conteúdos e reforçar procedimentos com aqueles que o estão fazendo ainda recentemente.

Segundo as crianças, é vantajoso juntarmos as turmas de 4º e 5º anos porque as crianças mais novas podem aprender comigo e eu com elas. Ou seja, também é uma oportunidade de ensinar aos colegas alguma coisa.

No último SMA Matemática, o tema foi “algoritmo da multiplicação” e as trocas foram diversas. Pudemos observar os mais velhos envolvidos profundamente com o papel de tutores, “responsáveis” pela aprendizagem dos colegas mais novos. Para eles também foi uma importante retomada de procedimentos e um ensejo para a análise de erros recorrentes, além de terem vivenciado a experiência de lidar com alunos no início da compreensão desse conteúdo específico, o que demandou pensar em estratégias para “ajudar sem dar resposta” e um tanto de paciência e cooperação.

Já para as crianças do 4º ano, os alunos do 5º são os mais experientes! São aqueles que já aprenderam tudo o que ainda vamos aprender. Para uma delas, no SMA interséries, eu posso aprender um pouquinho do que vamos aprender ano que vem, e no ano que vem eu vou estar mais esperta!

De forma geral, entendemos que, com essas e outras intervenções, nossos alunos do 4º e do 5º ano nas atividades do SMA interséries vão aprendendo a estudar, aprendendo a aprender e se responsabilizando pela construção do conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>