Os pequenos vão a uma biblioteca pública!

 

Por Daniela Munerato

A leitura é a mais nobre das distrações. (Marcel Proust)

Frequentar a biblioteca Tatiana Belinky e José Mindlin na escola é sempre um momento muito esperado e, ao mesmo tempo, encantador. As crianças, desde o Grupo 1, ouvem histórias diversas nestes espaços e compreendem que este espaço é quase mágico. Vocês já imaginaram ter tantos livros num só lugar?

A partir do Grupo 2 as crianças iniciam uma outra etapa na sua vida de leitores: tornam-se usuários plenos de uma biblioteca! Podem emprestar livros semanalmente. Livros que permanecem em casa durante o período de uma semana e podem ser compartilhados com diferentes leitores (pais, mães, irmãos mais velhos e outras pessoas queridas, com as quais as crianças convivem diariamente). Podem ser lidos, folheados, mas são também cuidados de um jeito especial, e sempre trazidos no prazo combinado, para que um novo empréstimo possa ser realizado.

Para o G3 – já leitores vorazes – guardamos uma novidade muito especial, e que amplia ainda mais os olhares dos nossos pequenos leitores para o mundo dos livros: uma visita a uma biblioteca pública! E o que isto significa?

Significa a visita a um lugar onde todos somos (ou deveríamos ser) iguais. O Manifesto do IFLA/Unesco refere doze importantes missões de uma biblioteca pública, sendo algumas delas fortalecer o hábito da leitura, assegurar às pessoas meio de desenvolver-se de forma criativa, o apreço pelas artes e pelas realizações científicas, entre outras tantas. É também um lugar preparado cuidadosamente para comportar um tal acervo, para receber os usuários de forma confortável… Sem falar no tanto que as crianças podem pensar sobre sua relação com os livros que pertencem à uma comunidade, seja ela privada, como a da escola, seja ela a sociedade, as pessoas do bairro. A compreensão do que é um espaço público e um espaço privado… são tantas aprendizagens! E, o melhor de tudo, saber que se pode ler livros que circulam por muitas casas, que frequentam muitos e diferentes leitores. E que não precisamos tê-los todos.

E foi neste contexto de preparação que o dia tão esperado chegou para cada um dos Grupos 3.  Lancheiras em mãos, combinados feitos e todos em direção ao ônibus! Isto mesmo! Este foi o primeiro passeio feito com a escola. E fomos cantando, contando, escolhendo parceiros de viagem, com os quais interagiam durante todo o percurso de ida e volta. Os assuntos? Reconhecimento do trajeto, carros que passavam, pontos de referência, etc.

Na biblioteca, os olhinhos brilhavam e as crianças já sabiam que era preciso falar baixo. Observavam as pessoas que não conheciam lendo, estudando, escrevendo. A Neide, bibliotecária responsável por nos receber, o fez com muito carinho. Contou-nos a história desta biblioteca e todos os procedimentos necessários para sermos usuários daquele espaço. O número amplo de livros e gibis do acervo deixou as crianças encantadas! Por fim, a compreensão de que aquele espaço e aqueles livros são de todos que desejassem e que estivessem dispostos a frequentar aquele espaço, a cuidar da conservação do acervo.

Descobriram livros para crianças, adultos, cegos; sobre assuntos que nem supunham existir. Também tiveram a oportunidade de conhecer objetos antigos, como um ferro de passar e uma máquina de costura, por exemplo, expostos naquele espaço, e receberam folhetos da programação e dos eventos que lá aconteceriam, como as rodas de história.

Para finalizar, exemplo de falas feitas pelas crianças:

“E o que o Álvaro Guerra fazia aqui?”

“O que é um livro de adulto?”

“Todos podem entrar, mas cachorros não podem!”

“Aqui tem livros de coisas antigas?”

Depois disso, só mesmo um delicioso lanche consumido no jardim da biblioteca. E muitas fotos para registrar estes momentos gostosos!

Agora a Neide aguarda a visita de vocês e das novas turmas de G3, em 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>