Encontros de atualização – Ana Espinoza e a equipe de Educação Infantil.


Por Dayse Gonçalves

a

Professora:  D., como foi transportar água neste recipiente?

D: Eu corri e caiu muita água.

Professora: Olhem que importante o que D. disse. Se correr cai muita água?

E.: Cai toda a água, porque o pote é muito aberto.

Professora: Mas porque será que a água cai?

E.: Porque é muito molinha. (trecho de roda de conversa)

“No experimento com as batatas, num bequer a batata estava inteira e no outro, picada. Aconteceu que a batata picada ficou mole mais rápido e deu até para amassar com o garfo. E a batata inteira ficou dura, não deu para amassar. A batata picada ficava se mexendo, rodando e borbulhando dentro do béquer. A água quente entrou em todas as partes da batata picada e por isso ela ficou mole mais rápido.” (texto ditado à professora)

a

Para quem não acompanha este blog, estamos falando de encontros com especialistas que supervisionam o trabalho que realizamos, com vistas a ampliar o nosso conhecimento de referência sobre vários temas, em especial sobre os conteúdos que ensinamos através das situações didáticas que planejamos.

De volta ao Brasil e à Escola da Vila, neste mês de novembro recebemos Ana Espinoza, especialista argentina em Didática das Ciências Naturais, com quem discutimos algumas sequências que realizamos na Educação Infantil: Transporte de Água; Misturas Heterogêneas e sobre o Cozimento de Alimentos.

Como bem disseram as colegas de trabalho que me antecederam neste blog (Lilian, F1 e Ivone, F2) e que também compartilharam com nossos leitores notícias sobre a supervisão em CN, seguimos discutindo o papel do experimento na aprendizagem, o papel das representações infantis e os obstáculos conceituais com os quais nos deparamos, dada a faixa etária e a natureza dos objetos de ensino.

Foi o primeiro de uma série de encontros que terão continuidade ao longo de 2012, no qual discutimos também a importância da participação das crianças na proposição dos experimentos, com base nas hipóteses que têm sobre os fenômenos que são objetos de investigação.

Para a equipe pedagógica, foi também uma grande oportunidade de compreender melhor o papel dos Conceitos Estruturantes na aprendizagem de Ciências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>