O estudo

Desde as séries iniciais, há ações de caráter pedagógico voltadas para a aprendizagem de formas eficazes de estudo. No Fundamental 2, esse propósito se intensifica, e o estudo passa a ser o tema central em torno do qual se desenvolvem as propostas de ensino. É importante aprender a estudar, e o aluno deve enfrentar com segurança os desafios das diversas disciplinas do segmento. Os professores especialistas se dedicam ao ensino e à aplicação de procedimentos adequados de cada área de estudo.

Em vários momentos, os professores contribuem para ampliar o repertório de estratégias de estudo. Orientam a produção de sínteses, retomadas e reflexões sobre o trabalho desenvolvido pela classe. Antes das provas, dão orientações de estudos específicas, sugerindo formas de rever os conteúdos trabalhados. Progressivamente, cada professor e os próprios alunos elaboram orientações de estudo a partir de procedimentos conhecidos que partilham em aula, tornando-se mais autônomos.

Nesta etapa, estudar não se limita mais a fazer as lições propostas pelo professor. Espera-se que os alunos dediquem diariamente cerca de um hora e meia a duas ao estudo em casa, incluindo-se as tarefas propostas, as atividades de estudo e as revisões autônomas, assim como as leituras de escolha própria ou indicadas pela escola. Não se aprende a estudar apenas fazendo lições de casa – outras ações são necessárias a essa conquista.

No início de cada trimestre, os alunos recebem um plano de estudos de cada disciplina, pois conhecer com antecedência os temas curriculares pode favorecer sua adesão e sua colaboração na organização do trabalho escolar.