UMA RESENHA DESCONHECIDA

por Giulia Ramondetti
6ºA

Título: Black Bird – A fuga
Autor: Anna Carey
Editora: V&R
225 p.

O livro “Black Bird- a fuga” trata do tema do desconhecido representado por uma  menina que não se conhece e que está completamente perdida. Esse livro tem o foco narrativo diferente, pois normalmente os livros são narrados em terceira pessoa, mas não falam diretamente com o leitor, e nesse caso isso ocorre.

Imagine acordar nos trilhos de um metrô sem saber quem você é? Nem sabe como chegou ali? Pois é, imagine os sentimentos dela. São profundos, são intensos, não podemos saber. Ela mal tem tempo para descobrir sua identidade, e logo percebe que está sendo caçada. Precisa fugir desesperadamente. Não sabe quem são eles, não sabe em quem confiar.

Os sentimentos dela não podemos dizer como eram, mas ela era uma garota que era olhada de uma forma diferente pois todos os conheciam como A menina que acordou em um metro que não sabe quem ela, mas a partir disso conseguimos ter uma ideia dos sentimentos dela, não eram contentes, não eram felizes e sim tristes, porque se voce não sabe quem voce é, voce não se sente feliz como podemos perceber nesse paragrafo.
“Abre o bloco de notas em uma página em branco, alisa o papel e escreve, coisas que eu sei que são verdadeiras e que a deixe feliz :

– Estou em Los Angeles

– Acordei nos trilhos do metrô na estação Vermontl Sunset

– Sou uma garota

– Tenho cabelos pretos e longos

– Tenho uma tatuagem de pássaro no pulso direito (FNV 02198)

– Sou boa de corrida”

UM TORNEIO EM QUE A AMIZADE, O AMADURECIMENTO E A UNIÃO VALEM MAIS DO QUE TUDO

por Luana Turano
6ºA

Título: Harry Potter e o Cálice de fogo
Autor: J.K. Rowling
Editora: Rocco
536 p.

O livro “Harry Potter e o Cálice de Fogo” apresenta o tema de amadurecimento, amizade, união e mistério de forma clara e perspicaz.

J.K. Rowling narra as aventuras que os personagens passam enquanto sofrem os problemas e as desvantagens do maior torneio do mundo bruxo, a Competição TriBruxo. Nisso, os personagens passam por várias provas, tentando sobreviver. O propósito desta competição ganhar em troca sua própria vida.

A Competição TriBruxo aconteceu justamente no quarto ano escolar bruxo do personagem principal, Harry Potter. A convocação para isso, era feita de um modo muito especial. Existia na época um cálice, o Cálice de Fogo. Todo bruxo que gostaria de participar desta competição tinha que ter no mínimo 17 anos, assim tinha de colocar um papel com seu nome escrito dentro do Cálice. Eram escolhidos três participantes por vez e assim a competição acontecia, por isso o nome TriBruxo. Existia um dia certo para isso, em que o Cálice de Fogo, iria “cuspir” os três papéis com nomes escritos de três alunos. Mas justamente no ano em que Harry Potter pela primeira vez iria assistir ao torneio, um quarto papel foi “cuspido” pelo Cálice, e neste papel estava escrito seu nome. Como sua idade era inferior a 17 anos, todos achavam que ele tinha violado as leis da competição para poder participar, então estavam  em desacordo com este fato, também pelo caso de que ele era muito novo, apenas 14 anos, mas como o Cálice cuspiu, tiveram que ceder e ele deveria comparecer a todas as provas. Mas como o mesmo afirmava que não colocou seu papel, todos ficaram em dúvida de quem poderia ter colocado. A partir disso, existe todo um mistério que acaba prendendo muito o leitor, e assim faz com que mais um dos livros da autora tenha sucesso.

Durante a competição, Harry mostra ser muito maduro após as provas. Para não perder a vida, entende que pode contar com a ajuda de outros participantes, como Cedrico Diggory, mesmo sabendo que ele poderia morrer por causa deles um dia. Assim a autora mostra o ato de fidelidade entre eles e o quanto todos os desafios que as provas tem deixam Harry mais amadurecido.

Este livro nos mostra como devemos agir diante de todas as nossas dificuldades no dia a dia, como podemos amadurecer com ela, errando. Não só isso, como o quanto podemos contar com as amizades em uma hora destas e como a união é importante.

O trecho a seguir é um trecho retirado do livro que mostra como Harry tinha uma certa ligação de união com Cedrico após ele morrer.

“De muito longe, acima de sua cabeça, ele ouviu uma voz fria e aguda dizer: “Mate o outro.”

Um zunido, e uma segunda voz que arranhou o ar da noite:

  • Avada Kedavra!

Um relâmpago verde perpassou as pálpebras de Harry e ele ouviu alguma coisa pesada cair no chão ao seu lado; a dor de sua cicatriz atingiu tal intensidade que ele teve ânsias de vomitar, em seguida diminuiu; aterrorizado com o que iria ver, ele abriu os olhos ardidos.

Cedrico estava estatelado no chão ao seu lado, os braços e pernas abertos. Morto.

Por um segundo que continha toda a eternidade, Harry fitou o rosto do colega, seus olhos cinzentos abertos, vidrados e inexpressivos como janelas de uma casa deserta, a boca entreaberta num esgar de surpresa. Então, antes que a mente de Harry pudesse aceitar o que seus olhos viam, antes que pudesse sentir alguma coisa além da atônita incredulidade, ele sentiu que alguém o levantava.”

DENTRO DE UM GUARDA ROUPA

por Piera Martini
6º A

Título: Crônicas de Nárnia
Autor: C.S LEWIS
Editora: Martins  Fontes
750 p.

Em Londres nada corria bem, pois era época de guerra. Foi aí que a vida de quatro crianças mudou, ou melhor quatro irmãos: Susan, Pedro, Lúcia e Edmundo. Eles foram levados para fora da cidade para ficarem seguros e daí por diante suas vidas mudaram… Quando brincavam de esconde-esconde Lúcia, a caçula, foi se esconder em um guarda roupa  em que muito inesperadamente se deparou com um mundo mágico, cheio de fantasia.

Nárnia é um livro composto de 7 histórias, todas fugindo um pouco da realidade, mas de qualquer modo deixando o leitor impressionado a cada palavra que lê. Um desses contos é: “O leão, A feiticeira e o guarda-roupa” que trata do tema da fantasia de maneira comovente, e as suas descrições deixam o leitor maravilhado, mas ao mesmo tempo assustado:

“Quando Lúcia já não podia comer mais,o fauno começou a falar. Sabia histórias maravilhosas da vida nas florestas.Falou das danças da meia-noite;contou como as ninfas, que vivem nas fontes, e as dríades, que vivemos bosques, aparecem  os faunos.”

Esse é um conto fantástico em que o autor controla o modo que ele descreve essa fantasia para o leitor se sentir parte da história de um jeito interessante e diferente do normal, mas também para não parecer que esse é um livro só para crianças pequenas.

Durante a história, você vai se comovendo e acaba ficando com uma animação maior para chegar ao fim da história, principalmente por causa da parte fantástica que quebra um pouco a realidade

A história inteira tem fantasia, pois  C. S. LEWIS, o autor, queria por um pingo de magia em cada parte desse conto, nas guerras, em festas, nas reuniões importantes e nos momentos inesquecíveis, ele queria deixar a história cheia de vida.

O RAPTO DO GAROTO DE OURO

por Pedro Luca
6ºA

Título: O rapto do garoto de ouro
Autor: Marcos Rey
Editora: Global editora
Ilustrador: Rogério Soud
126 p.

O livro ‘’O rapto do garoto de ouro’’, apresenta o tema “o dinheiro não é tudo”, de forma  investigativa.

Este livro conta sobre o rapto do garoto de ouro, apelido de Alfredo. Ele  é raptado antes de sua festa de anirversário começar. Estava progamado para ele dar um show na cantina, seus amigos Jaime, Gino, Angela e Leo vão até a casa de Alfredo, estranhando com a demora, acham uma agenda com nomes e endereços. A partir daí seus amigos percebem o rapto eles se juntam para investiga-lo, eles investigam várias e várias pessoas. Seu Domingos falou que a agenda era sua, e tinha o nome de seus fregueses, GIno afirmou que o raptor era Jaime, eles foram até o carro de Jaime abriram a porta e viram o dinheiro todo, assim descobrindo o raptor, um de seus amigos, o Jaime.

No final do livro, com muitas e muitas investigações para descobrir quem era o verdadeiro raptor de Alfredo, Jaime é preso por raptar o astro do rock e assim Jaime se arrepende em ter raptado seu amigo por causa do dinheiro, justificando a tese “o dinheiro não é tudo” ,   e finalmente Alfredo “ O garoto de ouro” consegue fazer seu show na cantina.

Eu achei o livro muito interessante e com um final bem surpreendente de que Jaime, um de seus amigos que investigava junto o caso, era o raptor. Eu achei que Marcos Rey elaborou muito bem o mistério, com pistas como a agenda e as investigações até acharem a pessoa que tinha raptado Alfredo.

 

AS AVENTURAS DE ROBIN HOOD

por Joaquim Inglez
6º A

Título: Robin Hood
Autor: Louis Read
Editora: Amarilys
253 p.

O livro é sobre a história de Robin Hood. Personagem fictício nomeado como o “Príncipe dos Ladrões”. Ele era chamado assim por roubar dos ricos e dar para os pobres.

O príncipe João, irmão do rei Ricardo, estava cobrando muitos impostos sob o pretexto de pagar o resgate do rei, que havia sido capturado nas Cruzadas. Apesar do valor do resgate já ter sido alcançado, o ganancioso príncipe João continuava explorando o povo da região.

Não satisfeito com a situação o povo, junto com um grupo de rebeldes, resolveu se rebelar contra os desmandos do príncipe. É nesse momento que surge Robin Hood. Ele havia lutado nas Cruzadas e acabava de retornar para casa. Logo em sua chegada, depois de um longo tempo distante, Robin recebe a notícia da morte de seu pai e da opressão do príncipe sobre a aldeia.

Robin então junta-se ao grupo de rebeldes. Para recuperar o dinheiro que o príncipe João estava extorquindo do povo, eles decidem usar a mesma estratégia: cobrar impostos de quem passava pela Floresta de Sherwood, uma vez que os cobradores de impostos eram quem mais faziam essa travessia pela floresta. Robin e seu bando, recolhiam parte do ouro de quem passava e se tentassem enganá-los dizendo que estava levando menos do que realmente tinha, eles ficavam com todo o ouro.

O ouro recolhido por Robin Hood era em parte devolvido à população da cidade como forma de compensar os impostos abusivos cobrados pelo príncipe. A outra parte era guardada para pagar o resgate do rei Ricardo.

O príncipe João muito incomodado com essa situação, uma vez que frustava seus interesses e ganância, oferece um prêmio pela captura de Robin Hood: 500 moedas de ouro para quem a realizasse.

No castelo havia pessoas, como Lady Marian, que simpatizavam com o que Robin Hood fazia. Ela dava informações sobre o que o príncipe e o xerife estavam  tramando contra Robin.

Como Robin Hood era um ótimo arqueiro, o príncipe resolveu fazer um torneio de arco e flecha para assim tentar capturá-lo. Robin resolve participar do torneio só que disfarçado. No torneio, um ex-companheiro de Robin nas Cruzadas e pelo qual nutria certa rivalidade, Hugo, está participando do evento e Robin decide desafiá-lo.

Robin ganhou a competição e o xerife, já desconfiado de quem era realmente o participante, anunciou o vencedor: Robin de Loxley. Quando foram levar Robin preso, Hugo deu um soco na face dele, disfarçadamente escondendo a ponta de uma flecha em sua boca Robin.

Enquanto Robin era capturado pelos soldados do príncipe, o Rei Ricardo aparece na floresta para os rebeldes. Ele os convence a fazer um ataque surpresa ao castelo no dia do enforcamento de Robin Hood.

Quando Robin foi capturado, a traição de Lady Marian foi descoberta pelo príncipe. Então, ele determina que ambos sejam enforcados no mesmo dia. No momento em que Lady Marian ia ser enforcada, o Rei Ricardo e os rebeldes começam o ataque. Quando o alçapão se abriu, Robin Hood conseguiu lançar uma flecha que partiu a corda que estava no pescoço de Lady Marian.

O ataque foi um sucesso, o Rei Ricardo conseguiu capturar o príncipe João e o xerife. Como punição, o príncipe João foi expulso da Inglaterra e perdeu seu título de nobreza.

Robin e Marian se casam e a ordem é reestabelecida na Inglaterra.

 

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Theo Sette
6ºA

Título: Revolução Industrial
Autor: Francisco M. P. Teixeira
Editora: Cotidiano da história

O livro a Revolução Industrial apresenta o tema “Tecnologia” de maneira interessante, pois conta a história da tecnologia se desenvolvendo, ou seja,  a família que a conduzia, tendo ideias e as executando, tudo isso a partir da tecnologia, ela é mostrada no livro de um jeito muito importante, pois tem a função de facilitar a executação das ideias da família.

Este é um livro que conta a história de uma revolução importante para Inglaterra e para o mundo, pois nos facilitou se mobilizar, sem ter que andar muito, apenas indo ao veículo público ou particular.

Pode-se acrescentar ainda que, no livro esta revolução não foi contribuida por todos, mas sim por uma única família, a família dos Simpson, a industria era comandada pela família, mas com a morte do pai de Anthony Simpson, ele e seus dois irmãos conduziaram-a e eles a fizeram continuar tendo eficiência

NEM SEMPRE FINAIS FELIZES SÃO OS MELHORES

por Por Lívia Magri
6ºA

Livro: Mau Começo (Desventuras em Série)
Autor: Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras
148 p.

Uma família feliz e inteligente era a dos Baudelaire, junto com um pai e uma mãe muitos amáveis, tem Violet, a filha mais velha de 14 anos, gosta de atirar pedras bem longe para vê-las deslizar na superfície do mar antes de afundarem. Klaus, o filho do meio de 12 anos, gosta de examinar os seres minúsculos e adora ler. E Sunny, a mais nova, ainda um bebê, que adora morder as coisas com seus quatro dentinhos da frente.

Lemony Snicket, o autor desta incrível obra,  começa dizendo que se você prefere livros com finais felizes, é melhor ler algum outro, pois sua obra, “Desventuras em Série”, não tem, de jeito nenhum, um final feliz. Isto é muito interessante, pois todo autor quer que seu livro seja vendido e lido por todos de qualquer jeito, mas Lemony, deu a aparecer, que só queria que o leitor lesse se a história fosse do seu tipo, sendo sincero com o leitor, tudo isso de maneira melancólica.

“Se voçês se interessam por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro. Vou avisando, porque este livro não tem, de jeito nenhum, um final feliz, como também não tem, de jeito nenhum, um começo feliz, e que os acontecimentos felizes no miolo da história são pouquíssimos.” Quando Snicket diz “Vou avisando…” ele demonstra que seu único objetivo é agradar o leitor, avisando que se histórias tristes não são do gosto, é melhor voçê ler outro, deixando uma certa curiosidade no leitor sobre do que se trata a história. Pelo menos, me deixa com vontade de ler.

Um episódio que nos transmite muita tristeza, que é o acontecimento principal da história, é quando a casa dos Baudelaire pega fogo, mas apenas seus pais estão na casa, que, infelizmente falecem, então os irmãos acabam virando pequenos e infelizes órfãos, e a primeira casa que eles vão morar é pequena, fedida e triste. Esta vivência é triste e repugnante, então o autor deixa claro que esta história é triste mesmo, e conta isto bem no começo para deixar bem explícito que se não gosta do sentimento de tristeza no coração, é melhor você não ler.

O MÁGICO DE OZ

por João Guilherme Battaglia Viera
6º A

Título: O mágico de Oz
Autor: L.Frank Baum
Editora: Zahar
252 p.

O livro O Mágico de Oz conta a história de uma menina chamada Dorothy que não tem pai nem mãe e foi criada pelos os tios. Seus tios são pessoas tristes. Em “ Era magra e seca, e não sorria mais”, quando Dorothy chega sempre fazia tia rir, “ Já o tio Henry nunca ria.Trabalha duro do amanhecer até a noite,e não tinha ideia do que significava a alegria’’.

Apesar de ter sido levada por um ciclone para uma terra esquisita chamada Oz. O tema principal do livro é a reflexão de se ter pais e viver tristemente. O autor apresenta como Dorothy lida com a tristeza dela de maneira emocionante e cativante.

Nós temos duas possibilidades de interpretação da história: a primeira é pensar se o mundo de Oz é real e a segunda se é tudo uma fantasia de Dorothy para lidar com seu sofrimento de não ter pais. A obra traz cenas muito bem descritas e as imagens ajudam o leitor a entender o livro de um jeito mais completo.

O GÊNIO DA CIÊNCIA

por Nathan Huang
6ºA

LIVRO: ‘‘E SE?’’
AUTOR: Randall Munroe
TRADUÇÃO: Érico Assis
Editora: Companhia das Letras
328 p.

Já imaginou construir um propulsor a jato usando metralhadoras que atirem para baixo? Ou se tentasse rebater uma bola de beisebol arremessada a 90% da velocidade da luz? O autor Randall Munroe que é físico criou o livro “E se” que apresenta a estrutura de uma história de uma forma diferente, colocando hipóteses absurdas de pessoas e respondendo elas com a ciência através de muitos dias de pesquisas.

 Pode-se acrescentar que o autor faz ilustrações da melhor forma o possível para interpretar o que está sendo citado, pois há algumas palavras que são um pouco complexas/diferentes para entender. (Recomendação: ler com um adulto)

“Se você estivesse assistindo do alto de um morro, fora da cidade, a primeira coisa que iria observar seria uma luz ofuscante, muito mais forte que o Sol. Ela diminuiria lentamente ao longo de segundos, e uma bola de fogo em expansão subiria até virar uma nuvem em forma de cogumelo. Então, com um estrondo absurdo, a onda de choque da explosão passaria arrancando árvores e destruindo casas. ”

Bom, eu concluo que ás vezes existe respostas para até perguntas bizarras e malucas que pensamos.

O FINAL FELIZ DE FANI

por Sofia Corrêa Bodião
6ºB

Título: Fazendo meu filme, Fani em busca do final feliz
Editora: Gutenberg
Autor: Paula Pimenta
608 p.

“Fazendo meu filme fani em busca do final feliz”, é o último dos quatro livros da série fazendo meu filme de Paula Pimenta. A garota apaixonada por cinema finalmente consegue realizar o sonho de ser cineasta em hollywood, mas se distancia do namorado brasileiro, para sentir que ele está por perto fani as vezes escreve cartas a ele dizendo como estão sendo os seus dias e que ainda o ama, mas essas cartas nunca vão ser entregues pois no terçeiro livro eles tiveram uma briga causada por um mal intendido.

A historia  é narrada pelos personagens( fani e Leo)  é realista e é contada de um jeito cômico. O leitor fica preso na fascinante aventura de fani. 

Como o livro é dividido em duas partes, cada uma com o ponto de vista de um dos personagens principais. Algumas situações da um pouco de raiva por que estava muito óbvio tal coisa, mas a fani não percebe,e outras partes enquanto você lê, não consegue tirar o sorriso do rosto, pois naquele momento, está dando tudo certo com os dois. Uma coisa muito interessante é que eles mostravam o que sentiam um pelo outro com  músicas. Uma vez quando Léo foi para cidade onde fani estava , depois de outro mal entendido, os dois e mais dois amigos foram para um restaurante onde tinha uma jukebox. Eles ficaram colocando músicas que representava como eles se sentiam no momento, e claro eram músicas românticas e fofinhas, e por exemplo, esse momento aparece no ponto de vista de fani e de léo, e nessa hora a fani ficou ” ai será que ele tá sacando que eu ainda amo ele” e o léo ficava” será que ela ainda gosta de mim?” e nessas horas agente fica “meus deus como eles não tão percebendo?”.  


Muitas leitoras e leitores se identificam com os personagens por conta de ser muito realista. A história  é feita por acontecimentos reais, a história de fani pode acontecer com qualquer um , a história mostra que a vida não é perfeita mas você pode conseguir seu final feliz.No livro inteiro  ela tem um espaço vazio no coração que apenas léo pode preencher,fani consegue realizar seu sonho de fazer um filme, e acaba também conseguindo ficar para o resto de sua vida com seu amor. 

 

Esse livro em qualquer idade que você ler você vai se divertir muito, você se evolve na leitura desde a primeira página e não quer largar o livro até terminar a história. Depois de fani sofrer bastante ao longo da série paula da o melhor e mais emocionante final possivel a ela.