Você sabe por que o bocejo é contagioso? Veja teorias

bocejo

Folhinha/SP/ 31.08.2013

Não foi fácil escrever esta reportagem. Ao olhar a foto das crianças bocejando, todos nós da Redação da “Folhinha” éramos contaminados e bocejávamos também. Difícil trabalhar assim!

Por que temos dificuldade de segurar a boca fechada quando vemos alguém bocejar? E mais: o que causa o bocejo e para que ele serve?

Os cientistas ainda não têm respostas certas para essas perguntas, mas há teorias.

Laura Mello, 11, acredita na hipótese de que o bocejo sirva para alongar músculos do rosto -e não para ajudar na respiração ou afastar o sono.

Ela costuma ser “atacada” na escola: “Tenho sono nas aulas de inglês, porque não entendo o que a professora fala”. Para Natalia Belli, 11, o problema são as aulas de matemática. E algo bem engraçado se passa com ela: a menina se contamina pelo bocejo da sua gatinha Kika!

Mariana Hyun, 10, conta que o bocejo avisa a todos ao redor sobre o seu cansaço.

Já Gustavo Yu Chuan, 11, tem uma técnica para evitá-lo, mesmo quando vem a vontade. “Mantenho os olhos bem abertos e respiro pelo nariz”, explica. Paola Gonzales, 11, pisca duas vezes.

CATAPORA

O fato é que bocejo é um negócio que “pega” mais do que catapora, algo literalmente contagioso.

E, curiosamente, é mais fácil ser “infectado” por um bocejo se quem está de bocarra aberta é alguém que você conhece e de quem você gosta, como um amigo ou parente.

Cientistas chegam até a usar a facilidade de ser contagiado por bocejos como uma medição da empatia -ou seja, o quanto a gente se identifica com o outro.

O mais difícil, no entanto, é saber por que bocejar “pega”. Uma das ideias propostas pelos cientistas tem a ver justamente com a empatia: o fato de uma pessoa bocejar depois da outra mostra que estão ligados. E isso ajuda a manter grupo de pessoas -e de animais- unidos. (GABRIELA VALDANHA E REINALDO JOSÉ LOPES)

CRIANÇAS E BOCEJOS

Quando, onde e por que você boceja? Leitores da “Folhinha” discutem o bocejo.

“Acho que existe uma célula-reflexo no nosso corpo, que faz com que a gente seja contagiado pelo bocejo do outro”, Raphael Harari, 10

“Para mim, o bocejo serve para avisar que estamos sem energia e precisamos descansar, por isso só bocejo à noite, antes de dormir.”, Enzo Pereira, 12

“Na minha opinião, bocejamos quando o nosso pulmão precisa de mais ar”, Bruno Souto, 11

“Não costumo bocejar nas aulas, mesmo sentando no fundo. Mas, quando estou com vontade e não posso bocejar, penso em alguma coisa engraçada e dá certo.”, Emily Su, 11

“Bocejo principalmente quando a aula está chata. Em desenho geométrico e até na educação física, enquanto a professora explica o jogo e ficamos parados, sem ter o que fazer…”, Vitória Sanches, 11

bocejo2